quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Falta

Fica em pausa a causa de tudo o que deveria ter sido. Fica o tempo ido, as mãos postas as dores nas costas as imagens santuárias, as idéias várias que nos foram implantadas nas cabeças. Ficam as expressas religiões, ações desmedidas, idéias já desvalidas que ficam e se tornam referência. Haja paciência para tanta vontade de mundo melhor, haja vontade para que tudo se acabe e venha o que for, haja renúncia para que essa bagunça seja, no mínimo aproveitável. Haja um momento razoável, uma, quem sabe, notícia, ainda que sub-reptícia, que nos surpreenda ao olhar e quem sabe aproveitar o momento. Falta um silêncio estável, combinado e combinável, uma noite de abraço, um segundo, um espaço. Falta o que se tem em conta mais alta. Falta você.

2 comentários:

Sole disse...

clap, clap, clap... amei, e to por aqui agora, coloquei seu blog nos meus favoritos

bjo

malmal disse...

"haja renúncia para que essa bagunça seja, no mínimo aproveitável"

perfeito o texto, vim pela Solange e Quimas, gostei..virei mais vezes.